Radio Grooveshark

sexta-feira, 1 de março de 2013

Loucuras de uma poetisa



Loucuras de uma poetisa


Em silêncio
em lágrimas incontidas
rabisco teu nome
em versos sem sentido.

Rasgo o peito
soluço gotas de chuva
desfaço-me em ilusões
faço versos imperfeitos.

Sem certezas
nem rumo certo
navego em turvas águas
faço versos sem beleza.

Busco-te nas asas
de um beija-flor
no brilho do luar
faço versos de amor.

Sandra L. Felix de Freitas®