Radio Grooveshark

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Sem chance para nós dois


Sem chance para nós dois

O Destino,
talvez por capricho,
ou por simples brincadeira,
nos fez chegar
a um mesmo lugar.
Mas por mais que tente
não consigo,
de você me aproximar.
Pois mesmo em
nossas semelhanças
somos diferentes:
você é óleo,
completo, denso.
Eu, a água,
sem odor,
sem sabor...
E volátil que sou
sinto que aos poucos
vou me dissolvendo,
quebrando-me
evaporando...
Misturando-me
às milhares de outras
partículas de vapor
penduradas no céu de anil,
formando nuvem densa
que levada pelo vento
um dia desabará
sob a forma de chuva
sobre flores, riachos...
E talvez,
pequeninas gotas do que fui
cairão mansamente
sobre sua face, seus cabelos,
sobre teu corpo suado...
Fazendo-lhe sorrir.
mas ainda assim,
não haveremos de nos fundir,
pois, serei eu,
apenas gotas de água,
e você, meu amado,
continuará sendo o óleo,
completo, denso e repleto.
Sandra L. Felix de Freitasâ

MS - 02/01/2005.