Radio Grooveshark

domingo, 8 de janeiro de 2012

Lembranças


Lembranças




Arranho no violão
triste canção
que fala de amor
de paixão...
No peito, solidão.
A tristeza chega sem dó.
Na garganta, um nó
nos olhos, uma lágrima
que teimosa,
insiste em brotar,
pela minha face escorrer.
É certo,
estou amando
mas até a mim,
eu nego,
esse amor-ilusão.
Mas como esquecer
o que jamais aconteceu?
Como tirar da cabeça
esse sonho de criança
a tortura da esperança
de um dia te abraçar
em teu corpo me encontrar?
E nessa vontade louca
me perco, eu acho,
nas lembranças ocas,
de versos de poesias,
meras fantasias
que teimo em guardar!

Sandra L. Felix de Freitas