Radio Grooveshark

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Vidas ao vento

Vidas ao vento







Meu coração anda estranho

Já não quer me obedecer
Aquilo que devia sentir
Que faz sentido
Que é correto
Isso quer esquecer!
Já não quer viver
A vida que determinei.
Quer andar por aí
Sonhando com coisas vãs...
Minha vida anda estranha
Já dela não sou guardiã.

Sandra Freitas®
Dez, 2011