Radio Grooveshark

domingo, 8 de setembro de 2013

Ilhas, seremos?


Ilhas, seremos?

De repente,
de novo,
bateu a saudade
essa mesma que me acompanha
por tantos anos.
A vida começa a passar
diante dos meus olhos
como filme antigo,
e penso:
poderia ter sido diferente.
Nesse momento nos odeio
Porque não tivemos sabedoria
para conservar o que havia de bonito
em nossa relação.
Não tivemos maturidade suficiente
para acabar somente
com aquilo que nos afastava,
que nos trazia infelicidade.
Em outros momentos
chego à conclusão
de que tudo aconteceu
exatamente como teria que ser.
Entretanto
fica no peito a sensação
de vazio doloroso
daquilo que não foi...
De tudo o que não vivi ao teu lado.
Fica na boca
um gosto amargo de perda...
Uma sensação
de que vai faltar “cola”...
E nós que éramos
“ilhas na correnteza”
que tantas promessas fizemos
e não soubemos cumprir!
Nós que nos amávamos tanto
e tanto nos magoamos...
Será que hoje
nos daremos essa chance?
Será que navegaremos juntos
com entrega e confiança?



Sandra L. Felix de Freitasâ